Postado em 3 de setembro de 2015 por Lu Bento

No LêproErê de hoje, destaco 3 livros que podem agradar o público juvenil.

 

leproere12

 

 

 

Lêproerê - a pérola mais negraLivro: A Pérola mais negra

Autor: Oscar Henrique Cardoso

Editora: Cidadela

Este livro é uma massagem no ego feminino. Pérola é uma mulher negra, quilombola que estuda para se formar advogada e depois se torna prefeita de sua cidade e realiza um governo que consegue de fato melhor as condições de vida de seu povo. Personagem inspirada em grandes mulheres, ela é o centro da narrativa do livro, que conta a sua trajetória de vida de superação e conquistas apoiada na força dos seus orixás.

Gostei do livro, acho ele muito legal pra adolescentes e jovens adultos.


LiLêproerê sexualidade-guia-de-viagem-para-adolescentesvro: Sexualidade – um guia de viagens para adolescentes

Autora: Cristina Vasconcelos

Editora: Martins Fontes

 Esse livro tem uma abordagem super legal o tema da sexualidade. Em tempos de retrocessos na questão do ensino de gênero nas escolas, esse livro trata de temas como primeira relação sexual, a importância da camisinha e a atração por pessoas do mesmo sexo. Gostei muito da abordagem descontraída e acho esse tipo de livro fundamental para que os jovens tenham acesso a essas informações mesmo que os diálogos com os pais e/ou outros adultos mais experientes não flua tão bem, seja por vergonha ou mesmo pela caretice dos adultos.

É o tipo de livro que dá vontade de dar de presente pra qualquer adolescente na fase dos 12/13 anos, mesmo que os pais façam cara feia com o presente por achar que “ele/ela ainda é muito novo/nova pra essas coisas”


tiojimboLivro: Histórias do Tio Jimbo

Autor: Nei Lopes

Editora: Mazza Edições

Com aquela narrativa característica de Nei Lopes, esse livro deveria ser leitura paradidática obrigatória nas escolas.  São pequenos contos sobre a antiguidade afro-romana, a Idade Média Africana, as revoltas de escravizados nos Estados Unidos e no Brasil… enfim, uma viagem pela história da humanidade sempre pontuando a vivência negra em cada fase.

É pra gente desconstruir a ideia que acaba se formando implicitamente no currículo escolar de que os negros só entram na história do mundo (ou do Brasil) quando se fala de escravidão.

Bom gente, é isso. O ritmo de leituras está bem lento por aqui, muitos afazeres e demandas e pouquíssimo tempo. Mas a gente continua na luta!

Até o próximo LêproErê!

Comentários no Facebook

Veja mais em Literatura e Literatura juvenil

7 de janeiro de 2016 No LêproErê de hoje um livro maravilho que foi lançado no final do ano passado e uma surpresinha pra...
3 de setembro de 2015 No LêproErê de hoje, destaco 3 livros que podem agradar o público juvenil.         Livro: A...
30 de abril de 2015 Chegamos à 10ª postagem do nosso LêproErê! Que delícia né? Que venham ainda mais dicas de livros pra criançada!...
2 de abril de 2015   No LêproErê dessa semana um livro pequenininho com uma mensagem bem poderosa. Você precisa conhecer essa autora cubana...
23 de janeiro de 2015 LêproErê é um espaço do nosso blog pra falarmos sobre livros. Não só sobre livros infantis, mas também livros...