Postado em 11 de julho de 2018 por Lu Bento

Vamos falar de literatura e esportes? No LêproErê  dessa semana, dois livrinhos que batem um bolão! As vibrações da Copa do Mundo já vão se dissipando, mas o espírito esportivo continua vivo por aqui. Esporte e infância tem tudo a ver. Confira as dicas de literatura infantil de hoje.

 

A turma do Elias em O bullying não tem vez

esporte - a turma do eliasAutor: Elias Mendes Trindade

Ilustrador: Alessandro Almeida

Editora: Uirapuru

Sinopse: Elias e seu irmãozinho Davi se prepararam para ingressar numa escola nova, mas logo no primeiro dia Elias presencia uma cena de bullying contra Vinícius, um garoto que a turma do Pedrão insiste em maltratar. Somente um desafio poderá dar solução a esse problema: uma partida de futebol. Acompanhe esse confronto em que inteligência, planejamento e força-bruta são colocados em jogo.

 

O livro foi escrito pelo jogador de futebol  do Atlético Mineiro, Elias Trindade, que aborda um tema frequente nas relações infantis, o bullying. A utilização do esporte como pano de fundo torna lúdica a aboradagem desse tema e ajuda a promover uma aprendizado mais orgânico. Me incomoda um pouco a abordagem do racismo enquanto bullying, e esse ponto merece atenção e cuidado. Bullying e racismo não são a mesma coisa. Mas apesar disso, acho o livro uma boa pedida para se trabalhar esses temas com as crianças.

Elias é criador do Projeto Elias, uma iniciativa social de apoio e incentivo ao esporte para crianças da região do Parque Novo Mundo, em SP, onde o jogador cresceu.

Maira- a alegre campeã

esporte - maira a alegra campeãAutora: Maíra Brochado Ranzeiro

Ilustrações: J. Rafael

Editora: autopublicado

Sinopse: Maira é uma menina muito alegre com olhos de jabuticaba e pele negra que se encantou pelo mundo dos esportes em especial por esse criativo jogo de bolinhas e raquete, o tênis de mesa, e brincando aprendeu a ter disciplina,foco, concentração e persistência .
Contudo a alegre menina ao saber que estava chegando o dia do seu primeiro campeonato ficou ansiosa e com medo, mas com o amor e apoio de sua família recuperou sua confiança e decidiu se divertir e jogar com alegria.O livro é baseado em fatos reais e conta a trajetória da autora Maira Ranzeiro, primeira negra campeã brasileira de tênis de mesa, e revela um papel social muito importante, pois apesar do Brasil ser constituído em sua maioria pela população negra (54%), ainda se fala muito pouco da presença negra em diferente setores da sociedade.

Cada vez que eu vejo uma menina negra se destacando em um área pouco falada, a primeira coisa que eu penso é “menina negra pode tudo”. Esse é o meu mantra para reconhecer as nossas potencialidades em todas as áreas, por mais improvável que possa parecer. Repeti esse mantra assim que soube da maravilhosa história de Maíra Ranzeiro, mesa-tenista campeã brasileira ao 15 anos.  E Maíra segui acumulando conquistas: bicampeã Latino-Americana, primeira colocada no Ranking Nacional de Tenis de Mesa e Melhor Atleta do Ano de 2017.  Mas o mais importante de tudo isso é que Maíra nutriu a vontade de compartilhar suas conquistas no esporte com outras crianças através da literatura infantil, e hoje temos a oportunidade de incentivar nossos pequenos e pequenas com esse livro maravilhoso.

Maira, a alegre campeã traz essa representatividade que a gente tanto fala e busca, e também tem o potencial de inspirar muitas pessoas através das conquistas da menina Maira. A autora está com uma campanha de financiamento para uma nova edição do livro, e se você quiser saber mais e colaborar, acesse o site e siga seu perfil no instagram.

 

 

 

 

Comentários no Facebook

Veja mais em Literatura e Literatura infantil

Vamos falar de literatura e esportes? No LêproErê  dessa semana, dois livrinhos que batem um bolão! As vibrações da...
1 de julho de 2018 No LêproErê de hoje uma graphic novel que faz justiça a um personagem tão desvalorizado da Turma da Mônica...
18 de agosto de 2016 Fala galera! No LêproErê de hoje eu trago dois livros sobre culturas bem diferentes da nossa brasileira. Porque a...
6 de julho de 2016 Fala galera! No LêproErê dessa semana dois livros bem fofinhos com protagonistas negras. Estou tão envolvida com essas leituras...
4 de junho de 2016 Olá Pessoal! Estavam  com saudades do LêproErê?  O blog vai passar por uma reformulação em breve, o LêproErê vai...