Postado em 24 de julho de 2016 por Lu Bento

Águas de Mulher

tumblr_o2k6klsA6x1t5geuno1_500Encharcada de desejos
Entro no mundo da literatura
Leio mulheres e me vejo
Preta, crespa e nua
Escrita nas palavras
Que brotam das minhas iguais
Mulheres plenamente pretas
Que transbordam palavras no papel
E vertem versos, contos, pontos em comum
De trajetórias nossas e reais
Leio Olhos D’água de Conceição Evaristo
Águas da Cabaça, de Elizandra Souza 
Correntezas e Outras Águas de Lívia Natália
Oxum molha minha vida com palavras
E eu desaguo em poesias
Vivido e escrito em: Setembro de 2015.
Postado em 18 de julho de 2016 por Lu Bento

Sabe quando você vai em algum lugar que suas energias se renovam? Assim foi na Gira das Mães Pretas. A Gira foi um encontro presencial da roda da mãe preta para falar sobre temas que nos afetam diretamente.  Já falei da roda da mãe preta aqui quando falei sobre maternância, depois é só voltar no texto “Maternância preta, o que é isso?” Mas a Roda, que era um espaço lindo de empoderamento e apoio materno virtual, se materializou em um evento presencial com uma energia muito forte.

13697111_1814450925451613_1164829260374582587_n

O encontro rolou no Aparelha Luzia, uma casa que abre espaço para eventos afrocentrados e que tem se configurado com um dos maiores espaços de incentivo  fortalecimentos de atividades pretas. Um ambiente que acolhe diferentes linguagens e propostas de empoderamento preto. Vale muito a pena conhecer o espaço.

Fiquei muito feliz em conhecer pessoalmente tantas mulheres com histórias de vida diferentes e poder compartilhar com elas a minha experiência com a maternidade. Precisamos de mais espaços de fortalecimento da nossa maternidade.

O fina do evento foi uma alegria à parte. Rolou uma mega balada, daquelas em que mães e crianças curtem juntos, dançam se divertem… a casa abriu para o público regular e foi uma mistura de gentes superinteressante e necessária. Achei bem legal poder vivenciar tudo isso com as minhas meninas.

Quem ficou curiosa e quer conhecer mais sobre a Roda da mãe preta, me escreva e eu posso passar para as moderadoras do grupo.

 

Postado em 27 de março de 2015 por Lu Bento

 

Hoje é dia nacional do circo. E pensar em circo é logo ser remetido à tão clichê e ao mesmo tempo verdadeira expressão “a magia do circo”. E como o circo tem esse poder de encantar a todos!

Postado em 26 de março de 2015 por Lu Bento

Olá pessoal!

Hoje vamos falar no LêproErê de um livro lindo, presente do projeto Leia para uma criança e que faz parte da Coleção Itaú de livros infantis. Bora conhecer?

12

Livro Infantil

 

LêproErê - poesia-na-varanda

Livro: Poesia na Varanda

Autora: Sônia Junqueira

Ilustração: Flavio Fargas

Editora: Autêntica

Esse é um daqueles livros da coleção de livros infantis que o Itaú distribui anualmente através de um cadastro no site (a inscrição não está aberta, no site consta como coleção esgotada). Confesso que eu nem tinha dado muita importância a ele, mas quando vi o marido lendo com a filha e a menina repetindo as frases da poesia juntinho com ele percebi que aí tinha algo muito bom.

Não sou tão ligada em poesia, então quando o livro chegou aqui em casa foi direito pra estante, nem me dediquei a folheá-lo direito. O marido, mas atento pra essas coisas, e o principal responsável pelas leituras de antes de dormir, pegou o livro e começou a lê-lo pra Isha Bentia.

Foi uma grata surpresa ver a menina curtindo tanto assim um livro de poesia e a cada trechinho que o pai lia, ela via as ilustrações e falava do gato, da menina, da chuva, do amigo da menina…enfim, ela ia construindo sua própria narrativa, sua própria visão do livro. Foi muito lindo e surpreendente ver minha menina imergindo no mundo da poesia. De quebra, abri um pouco mais a minha própria mente, ou melhor, o meu coração para a poesia. 

Eu sempre lembro a idade de Isha Bentia, 2a e 7m, pra vocês terem uma noção da faixa etária pra qual eu indico o livro ou relato a experiência  vivenciada com ele. Poesia e criança pequena combina superbem!

Pra fechar com a magia da poesia, só mesmo uma estrofe de Poesia na Varanda:

“Me arrebatou a poesia

Abrigada entre as páginas

Do livro que alguém lia

E deixou por ali:

Mundo entrando pelos olhos

Enriqueceu minha vida”

Lindo né?


Bom, foi isso.  Se vocês ficaram interessados em conhecer mais o projeto Leia para uma criança, visite o site. Lá é possível se inscrever e receber em casa um livro infantil, além conhecer outras iniciativas de incentivo à leitura. Até o próximo!

Veja mais em Escrevivências


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/amaepreta/www/wp-content/themes/AMP/footer.php on line 63